O Pedagogo e a Educação Pública - Faculdade Victor Hugo
Faculdade Victor Hugo
MENUMENU

O Pedagogo e a Educação Pública

Por Wolmer Ricardo Tavares – Mestre em Educação e Sociedade, Escritor, Palestrante, Articulista, Colunista, Docente, Consultor de Projetos Educacionais e Gestão do Conhecimento na Educação – www.wolmer.pro.br

O pedagogo é uma profissão muito criticada por quem não consegue conceber realmente a sua importância no processo ensino/aprendizagem.

O pedagogo é uma profissão muito criticada por quem não consegue conceber realmente a sua importância no processo ensino/aprendizagem.

No dia 28 de abril comemorou-se o dia da Educação, e este dia teve sua origem em abril de 2000 no Fórum Mundial de Educação, na cidade de Dakar, no Senegal, ao qual representantes de 180 países se comprometeram em não poupar esforços para a educação chegar a todas as pessoas do planeta até 2015.

É uma data nova para o nosso calendário e poucos tiveram acesso a esta data “comemorativa”, o que vem a seguinte pergunta: Temos muito mesmo a comemorar em relação a educação pública pelo dia 28 de abril?

Com toda a certeza, se não fosse pelo profissionalismo de muitos pedagogos, teríamos bem menos a comemorar, mas qual é realmente a função do pedagogo?

Vamos apenas analisar o pedagogo no espaço escolar e não em outras áreas as quais ele poderia atuar com maestria, como nas empresas, hospitais, ONGs, etc…

Para Saviani em seu livro Sentido da Pedagogia e papel do pedagogo In: Revista Ande, São Paulo: Cortez, n.9, p.27-28, 1985, esclarece que o pedagogo é o profissional que possibilita e facilita o acesso à cultura e vai além ao afirmar que o pedagogo é o formador de homens, visto que a sua formação cultural coincide com a formação humana.

Assim sendo, pode-se complementar que caberá ao pedagogo a função de desenvolver projetos educacionais. Entretanto tais projetos não podem ser estéreis como tem ocorrido nas Secretarias Municipais, projetos estes que fogem a realidade dos educandos e nada acrescenta ao crescimento dos educadores. Outra função interessante do pedagogo está em liderar em todos os níveis, sejam ele sistemas educacionais, coordenação, supervisão ou ensino. Será ele o elo forte entre educação e ensino, pois o mesmo precisará implementar, planejar, acompanhar além de dar suporte para que a qualidade e o desenvolvimento da educação não se torne tão sofrível.

O pedagogo tem também que organizar métodos de ensino, entretanto para isso ele deverá estar sempre atualizado quanto às tecnologias e novas metodologias e/ou técnicas de ensino, mas um fator difícil para ele é manter a motivação dos professores elevada, pois serão eles que elevarão o nome da instituição de ensino.

A integração da escola com a comunidade escolar perpassa pelas funções do pedagogo que também deverá auxiliar o corpo discente em especial aos educandos que se encontram em processo de aprendizagem, utilizando-se de métodos psicológicos e pedagógicos além de orientar educandos quanto a orientação vocacional.

Almeida e Soares no livro Pedagogo Escolar: as funções supervisora e orientadora. Publicado pela InterSaberes em 2012 ressaltam que este profissional da educação não mais precisa controlar o trabalho dos docentes, e sim direcionar ações que garanta o processo de ensino- aprendizagem. Assim sendo, o pedagogo e o docente passarão a ter uma cumplicidade para que a escola cumpra realmente a sua função.

Enfim, a função do pedagogo é bem extensa em uma instituição escolar e muitos a executam com maestria, todavia, porque ainda estamos com esta educação pública tão sofrível?

A resposta é simplesmente porque os pedagogos que estão nas Secretarias não percebem o contexto em que os alunos estão e preocupam-se apenas com o salário a ser recebido pela “troca de favor político”, pois a estes pedagogos não coube a meritocracia e outro motivo interessante é o do interesse político, pois já dizia Darcy Ribeiro quando afirmava que “A crise da educação no Brasil não é uma crise; é um projeto.”

 

Fonte: Revista Gestão Universitária

Mantenha-se Informado

Nós podemos te enviar artigos fantásticos! Veja as vantagens:

  • Não é preciso ser aluno para receber nossos artigos;
  • Não encheremos sua caixa de entrada com SPAM;
  • Não receberá aquilo que não é do seu interesse;
  • Não existe qualquer taxa, é gratuito!

Você poderá cancelar sua assinatura a qualquer momento!

Artigos recentes