Maratona Netflix: filmes e séries que divertem e ensinam – Faculdade Victor Hugo
Faculdade Victor Hugo

Maratona Netflix: filmes e séries que divertem e ensinam

Filmes e séries que ensinam sobre marketing digital, agências, estratégia e TI

Que o Netflix e outros serviços de streaming tenham se tornado o lazer favorito de muita gente, é fato incontestável. Agora, você deve saber que também existem, nesses provedores, séries e filmes que divertem e trazem ensinamentos profissionais. São vários títulos relacionados ao universo de publicidade, marketing digital e TI, por exemplo. E, ainda que muitas obras usem as atividades apenas como pano de fundo, elas sempre oferecem algum aprendizado que você pode aplicar na sua empresa.

Foi pensando nessa combinação de entretenimento e ensinamento profissional que preparamos a lista abaixo. Os títulos estão separados de acordo com três áreas diferentes: Marketing, Agências e Tecnologia da Informação.

O único trabalho que você vai ter é preparar o maior balde de pipoca de que for capaz, porque essa maratona vai valer a pena.

Vamos lá:

Marketing

House of Cards (Netflix – série de 2013)

Começamos por um verdadeiro clássico. House of Cards conta a história do político Frank Underwood (Kevin Spacey), que é traído pelo presidente que ajudou a eleger. Com a ajuda da esposa, de uma jornalista ambiciosa e de um outro político com problemas com alcoolismo, Underwood inicia um plano para minar adversários políticos e conquistar, em alguns anos, a presidência dos Estados Unidos.

A série é uma aula magna sobre os meandros da política e da natureza humana, quando tentada pelo poder. Mas não só; há vários ensinamentos sobre marketing digital, por exemplo.

Ao acompanharmos a saga de Underwood, entendemos que, antes de mais nada, é fundamental construir a confiança com seu público de interesse. O político mostra a importância sobre usar canais digitais para conhecer o que esse público deseja, para elaborar a melhor oferta de valor e as mensagens mais certeiras para ele.

Além disso, há lições sobre investir no relacionamento com clientes e sobre como é fundamental estar em todos os lugares (utilizando-se de tecnologias mobile). Em uma palavra: imperdível.

Chef (Netflix – filme de 2014, 1h54min)

Este também é para quem for ligado a marketing digital. No filme, John Favreau interpreta Carl, um chefe de cozinha de um restaurante renomado. Ele se envolve em uma polêmica virtual (pelo Twitter) com um crítico gastronômico que detona seu trabalho.

A polêmica viraliza e faz com que Carl seja demitido. Por conta da má fama virtual, nenhum restaurante quer contratá-lo; então, o chef decide abrir um trailer de lanches, em que pode experimentar à vontade com novas criações.

E, com uso criativo das redes, acaba convertendo a fama negativa em positiva. Eis os principais aprendizados oferecidos pelo filme: o de que é preciso se reinventar sempre, e aquele de que, com uma boa estratégia, é possível reverter um impacto negativo em positivo. Isto ocorreu graças às invenções culinárias e a postagens divertidas de Carl.

Mas não contaremos mais para não estragar sua experiência com este saboroso – e instrutivo – filme.

O Negócio (HBO – série de 2013)

Três “profissionais do prazer” encontram-se num beco sem saída: não veem perspectivas de melhorar sua profissão. Então, aos poucos percebem que, por trás de qualquer bom trabalho, há uma excelente estratégia de marketing. Então, por que não aplicar essas técnicas à profissão mais antiga do mundo?

“O Negócio”, série brasileira, relata a transformação das três garotas de programa em mulheres de negócio. Os insights que elas têm para alavancar os serviços são sensacionais para qualquer gestor do ramo.

Agências

Mad Men (Netflix – série de 2007 a 2015)

Outro clássico absoluto: uma lista com obras de ficção relacionadas a publicidade jamais ficaria completa sem Mad Men. E é bem provável que você já tenha ouvido, de colegas de trabalho, que a série é a melhor obra de ficção sobre publicidade de todos os tempos.

Não é para menos. Premiadíssima, Mad Men nos leva para o mundo publicitário estadunidense dos anos 60. Mais precisamente para a avenida Madison, em Nova York, onde acompanharmos o polêmico Don Draper, Peggy Olson, Pete Campbell e tantos outros personagens fruindo de todo o glamour que os tempos áureos da publicidade proporcionaram.

A trama é envolvente e empolgante – ou simplesmente interessante (principalmente para iniciantes no meio publicitário). Imprescindível para qualquer profissional de comunicação – sobretudo para aqueles que já viveram as dores de noites viradas e bloqueios criativos, e as glórias de vitórias de trabalhos aprovados e concorrências vencidas.

Crazy Ones (Netflix – série de 2013)

O seriado traz um o divertido e sarcástico cotidiano de uma agência de Chicago (EUA). Claro que há o tempero da ficção: alguns temas e situações da rotina publicitária são distorcidos com o intuito de se criar situações interessantes dentro da dinâmica das histórias.

No entanto, assisti-la vale a pena. Além de ser um prato cheio para publicitários que gostam de rir de si mesmos, a série traz aprendizados importantes, ainda que de forma indireta – nela, o pessoal da agência tem que contornar problemas reais com clientes, e às vezes o faz com soluções inusitadas.

Há apenas uma temporada e os episódios são curtinhos (com cerca de 20 minutos). E, se você ainda não estiver convencido a assistir, lembramos que Crazy Ones foi um dos últimos trabalhos do grande Robin Williams, falecido em 2014.

Tecnologia da Informação

Silicon Valley (HBO – série de 2014)

Produzida pela HBO, a série Silicon Valley nos leva a acompanhar o dia a dia de jovens inovadores que trabalharam em uma incubadora de startups no Vale do Silício. Embora haja algumas passagens mais trágicas, o clima geral é de alto astral. Pois trata-se de uma comédia em que (quase) tudo é levado com bom humor.

É imperdível para quem trabalha na indústria de TI, porque há muitas referências ao universo de startups e ao trabalho de equipes dessa área. Há piadas sutis com programação e grandes nomes do Vale, como Steve Jobs. E todos os desafios de uma startup estão lá, desde a escolha do nome até o fechamento de contas do mês.

Shark Tank (Canal Sony – Reality Show de 2016)

Shark Tank Brasil é a nossa versão do reality show norte-americano em que empreendedores apresentam seus projetos aos “tubarões”: investidores interessados em dar apoio financeiro a grandes ideias.

Mas, para garantir o investimento necessário, esses empreendedores terão que convencer estes verdadeiros “tubarões” dos negócios. Espécie de Master Chef do empreendedorismo, cada novo episódio reserva surpresas – e aprendizados – muito oportunos. Principalmente pelas questões que os investidores fazem: são ótimas para que você entenda o que é importante na hora de buscar financiamento para seu projeto. Aqui, está na categoria TI porque a maioria dos projetos apresentados enquadram-se nesse segmento, mas também traz aprendizados para as outras áreas do negócio.

Black Mirror (Netflix – Série de 2011 a 2016)

Outro clássico, embora mais recente. A série britânica Black Mirror causou (e causa) imenso furor desde o seu início por provocar uma profunda reflexão sobre nossas relações com a tecnologia. Isso é feito por meio de episódios independentes entre si, que são magnificamente escritos.

Em sua maior parte dramática, por vezes aterrorizante e até cômica, a criação do roteirista britânico Charlie Brooker é absolutamente imperdível para quem é fissurado em TI – e para todo mundo, essa é a verdade. É praticamente impossível não terminar um episódio sem olhar com certo temor para a tela; se você ainda não assistiu, pode escolher qualquer um dos episódios – que são independentes de continuidade.

Mr. Robot (Amazon Prime Video – Série de 2015 a 2016)

Uma das preferidas do pessoal de TI, Mr. Robot traz a história de um jovem programador que trabalha como engenheiro de segurança virtual durante o dia e como hacker vigilante durante a noite. A trama começa quando o líder de um misterioso grupo de hacker o recruta para destruir a firma que ele é pago para proteger.

Motivado pelas suas crenças pessoais, Elliot (este é seu nome) luta para resistir à chance de destruir os CEOs da multinacional que acredita estarem controlando – e destruindo – o mundo.

A série faz sucesso por abordar assuntos atuais e “quentes”: cibercrimes e segurança da informação. E vem ganhando cada vez mais adeptos devido ao alto nível de verossimilhança dos episódios, uma vez que há a consultoria de especialistas em segurança para assegurar de que a série se mantenha sempre o mais realista possível.

Ficção que inspira, estudo que guia

As lições aprendidas nessas séries e filmes certamente vão te inspirar a transformar seu dia a dia. E, para colocar as novas ideias em prática, você pode contar com nossos cursos que te darão todo suporte teórico e prática, você pode escolher: Administração, Gestão Comercial, Gestão de Recursos Humanos ou Gestão Pública.

 

Fonte: Blog RunRun.it

Mantenha-se Informado

Nós podemos te enviar artigos fantásticos de Administração! Veja as vantagens:

  • Não é preciso ser aluno para receber nossos artigos;
  • Não encheremos sua caixa de entrada com SPAM;
  • Não receberá aquilo que não é do seu interesse;
  • Não existe qualquer taxa, é gratuito!

Você poderá cancelar sua assinatura a qualquer momento!

O que você quer receber?

Veja também:

Área do Aluno


logo_empresajr

Visitas


Conheça um pouco a história de quem foi Victor Hugo.
Ele foi poeta, romancista, dramaturgo e um dos mais importantes escritores românticos franceses do Século XIX. Leia Mais


Conheça São Lourenço
São Lourenço é uma das mais belas Estâncias Hidrominerais do País e um dos mais jovens municípios Mineiros, é considerada pelos amantes do clima de montanha, um pedacinho do céu.

Todos que aqui vêm sentem-se fascinados por tão abençoado solo e benfazejas águas minerais, estas com propriedades medicinais e sabor incomparável premiada como uma das melhores águas minerais do mundo. Leia Mais
São Lourenço


Selo. Instituição Socialmente Responsável. 2016 - 2017

Veja também: