ALUNOS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSF E GERIATRIA DA FACULDADE VICTOR HUGO EM PARCERIA COM O GRUPO PRISMA DEBATEM A SAÚDE E DOENÇAS – Faculdade Victor Hugo
Faculdade Victor Hugo
MENUMENU

    As “Doenças Neuropsicológicas mais prevalentes nos Idosos” e a “Saúde do Idoso” foram os temas dos cursos de pós-graduação em PSF e Geriatria & Gerontologia da Faculdade Victor Hugo no mês de maio. Os cursos, iniciados em outubro de 2006 pelo Instituto Superior de Educação Victor Hugo em parceria com o Grupo Prisma e apoio da Unimed  Circuito das Águas já estão no 9º módulo.

O módulo de Geriatria foi ministrado pela Prof. Drª. Maira T. Barbosa, Pós-Doutora em Neurologia pela UFMG, doutora em Neurologia pela USP, com residência médica em Geriatria pelo Hospital Governador Israel Pinheiro (IPSEMG) e em Clínica Médica no Hospital Alberto Cavalcante (FHEMIG). Drª Maira é coordenadora do programa de pós-graduação em Medicina Geriátrica do Hospital Mater Dei e da Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais, em Belo Horizonte.

Ao falar dos transtornos neuropsiquiátricos mais freqüentes em Geriatria e Gerontologia, Drª Maira abordou a questão do envelhecimento cerebral. As principais doenças a que os idosos se tornam vulneráveis nesta área são a depressão, delirium, síndromes demenciais e Doença de Parkinson. No módulo, foram apresentados e discutidos os diagnósticos destes problemas, com seus aspectos clínicos, psíquicos e sociais, além da repercussão destes na qualidade de vida dos idosos, seus familiares e cuidadores. Para cada diagnóstico, foram discutidos  os tratamentos específicos, suas possibilidades de intervenções farmacológicas e não farmacológicas, enfatizando a importância da equipe multidisciplinar no cuidado aos idosos.

O módulo “saúde do idoso” foi ministrado pelo prof. Assuero Luiz Saldanha, médico Geriatra e Gerontológo pela PUC Porto Alegre e UFF (RJ), com título de Especialista pela SBGG-AMB. Assuero foi organizador do livro “Saúde do Idoso: a arte de cuidar”, publicado pela editora interciências e Presidente da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia.

O principal objetivo do tema abordado com os alunos de PSF é capacitar os profissionais do curso na demanda criada diante do novo perfil demográfico do país, onde a população idosa é a que mais cresce. Segundo o Professor, é necessário reconhecer as alterações fisiológicas do envelhecimento e as peculiaridades que podem ser ocasionadas, por exemplo, no uso de medicamentos. “É preciso também estar atento às alterações na saúde funcional, a importância de mantermos a autonomia e independência  dos idosos. Para uma abordagem eficaz nesta faixa etária precisamos de uma intervenção interdisciplinar facilitada pela práxis das equipes de Saúde da Família, que assim desempenham suas funções”, afirma Assuero.

Artigos recentes