COMO ESTIMULAR A LEITURA NA ALFABETIZAÇÃO – Faculdade Victor Hugo
Faculdade Victor Hugo
MENUMENU

COMO ESTIMULAR A LEITURA NA ALFABETIZAÇÃO

Os alunos precisam ser constantemente desafiados para não perder o engajamento.

Criança que aprende a ler fica mais estimulada a estudar com as descobertas que a leitura proporciona.

Quando as crianças descobrem a leitura (que são capazes de ler e compreender o que está escrito), querem ler tudo a todo momento. Criança que aprende a ler fica mais estimulada a estudar com as descobertas que a leitura proporciona.

Muitas famílias cujos filhos estão em processo de alfabetização relatam que as crianças param para ler tudo o que encontram nas ruas e em casa, como cartazes de propaganda, placas de trânsito e tudo o mais que encontrarem.

A leitura deve estar presente em todo o processo de alfabetização, como atividade permanente e em destaque no planejamento do professor alfabetizador. Enquanto os textos de memória, as listas e outros textos pequenos são mais adequados para o início da alfabetização, quando as crianças já apresentam mais autonomia e habilidades na leitura, é preciso ampliar as propostas.

Muitas vezes, nós levamos em conta esse grau de complexidade apenas nas atividades que envolvem a escrita, e deixamos em segundo plano a leitura. Mas assim como na escrita, também é preciso ampliar o uso de gêneros textuais na leitura em sala de aula, apresentando à turma textos com diferentes graus de complexidade.

Com essa desatenção, corremos o risco de apresentar aos alunos atividades simples demais, sem desafios, que não permitem avanços para as crianças nem desenvolvem sua leitura. Por exemplo, um aluno que já consolidou a alfabetização não vai se sentir motivado se continuar lendo apenas parlendas e textos curtos.

Agora que o final do ano está se aproximando, tenho alunos em diferentes estágios de leitura. A grande maioria já lê com autonomia e compreende o texto lido. Outro grupo em menor número já lê, mas ainda não apresenta autonomia e um nível de compreensão adequados. Dessa maneira, ainda não consigo apresentar a eles as mesmas atividades ou os mesmos textos para que leiam.

É necessário levar para a sala de aula práticas sociais de leitura que façam sentido para as crianças e que apresentem textos em diferentes situações: para informar, para divertir, etc. A seguir, trago alguns exemplos de textos que uso com meus alunos quando eles já estão avançando em suas leituras, adquirindo autonomia e mais próximos de estarem alfabetizados:

Textos humorísticos

A MÃE PERGUNTA PARA SEU FILHO:
– CADÊ A MAÇÃ QUE ESTAVA AQUI NA MESA?
SEU FILHO RESPONDE:
– DEI PARA UM MENINO FAMINTO.
A MÃE PERGUNTA:
– QUEM ERA ESSE MENINO?
E O GAROTO DIZ.
– EU, MAMÃE.

PORQUE A RODA DE TREM É DE FERRO E NÃO DE BORRACHA?
R: POR QUE SE FOSSE DE BORRACHA APAGARIA A LINHA!

Textos informativos

VOCÊ SABIA QUE A GIRAFA DORME EM PÉ?

A GIRAFA SÓ DEITA SE ESTIVER SEGURA POIS, CASO UM PREDADOR SE APROXIME, ELA DEMORA MUITO TEMPO PARA SE LEVANTAR POR CAUSA DE SEU TAMANHO. A GIRAFA É BEM GRANDE, DEVIDO A UM OSSO DE SEU PESCOÇO E DE SUA PERNA QUE SÃO BEM ALONGADOS. ESSA ALTURA, DE CERCA DE 4 METROS QUANDO É ADULTA, PERMITE-LHE ALIMENTAR-SE DAS FOLHAS MAIS ALTAS DAS ÁRVORES.

O FILHOTINHO DA GIRAFA JÁ NASCE COM CERCA DE 2 METROS E DEMORA 15 MESES PARA NASCER! A GIRAFA É O ÚNICO ANIMAL QUE CONSEGUE ALCANÇAR AS ORELHAS COM A LÍNGUA. UMA GIRAFA PODE CHEGAR A TER 5,5 METROS DE ALTURA.

São várias as estratégias para utilizar esses textos nas práticas de leitura na alfabetização. O importante é não perder o foco na leitura com autonomia e na compreensão do que é lido. Para avançar, é necessário levar em conta o momento de aprendizagem em que se encontra cada aluno.

Fonte: Nova Escola

Mantenha-se Informado

Nós podemos te enviar artigos fantásticos! Veja as vantagens:

  • Não é preciso ser aluno para receber nossos artigos;
  • Não encheremos sua caixa de entrada com SPAM;
  • Não receberá aquilo que não é do seu interesse;
  • Não existe qualquer taxa, é gratuito!

Você poderá cancelar sua assinatura a qualquer momento!

Artigos recentes