5 motivos para apostar no conceito de indústria 4.0 – Faculdade Victor Hugo
Faculdade Victor Hugo
MENUMENU

5 motivos para apostar no conceito de indústria 4.0

Entre maiores benefícios estão os efeitos positivos na tomada de decisões, apoio à cadeia de supply chain e uso de analytics para economizar energia.

O principal conceito que tem balizado investimentos do setor industrial é o de indústria 4.0, ou a chamada quarta revolução industrial.

A Minsait, uma companhia da Indra, estima que o potencial econômico de digitalização da indústria global deve representar um mercado de US$ 1,2 a US$ 3,7 trilhões em 2025.

O principal conceito que tem balizado investimentos do setor industrial é o de indústria 4.0, ou a chamada quarta revolução industrial.

Nesse cenário, como saber em quais áreas investir? Para a Minsait, é preciso identificar as tendências que terão maior impacto dentro da empresa em curto prazo. A companhia elencou cinco benefícios que devem marcar o desenvolvimento da transformação digital da indústria nesse período. Confira:

1. Capacidade de visão integrada e apoio à tomada de decisão
Com o controle de processos em tempo real, será possível identificar quaisquer desvios e áreas de oportunidade para aumentar a eficiência e construir novas áreas de negócio. A tecnologia possibilitará a tomada de decisão ágil e permitirá que ações preventivas sejam programadas para operação semiautomática.

2. Rastreabilidade da cadeia de supply chain
A rastreabilidade da cadeia de supply chain em tempo real vai trazer como benefícios a redução de incertezas e aumento na eficiência em geral. Um exemplo prático disso é o uso de sensores no transporte, com a integração de dados em tempo real e informações reunidas a partir de áreas variadas que ajudam a otimizar processos, identificar desvios, tomar decisões para antecipar consequências e aumentar os níveis de qualidade do serviço.

3. Analytics orientado a resultados
A aplicação de advanced analytics nos negócios industriais tornará possível obter melhorias em qualidade e custos, bem como novas funcionalidades em áreas de relacionamento com o cliente, por exemplo, entendendo o comportamento de uso dos produtos e serviços e antecipando padrões que possam prejudicar o nível de qualidade com muito mais antecedência, permitindo a correção de possíveis falhas.

4. Trabalho focado em valor
Realidade aumentada ou soluções virtuais vão proporcionar aos trabalhadores focar em tarefas com maior valor agregado, já que toda a informação necessária para os processos estará acessível remotamente e através de ambientes inteligentes. Técnicas como a gamificação devem oferecer novas capacidades de treinamento. A próxima geração de robôs e automações vai se integrar com tarefas humanas de maneira mais ágil, eficiente e segura, levando a produtividade a níveis mais altos.

5. Eficiência de energia
O monitoramento em tempo real de consumo de energia e a geração de regras analíticas avançadas vão permitir uma redução dramática de consumo de energia em complexos industriais. O monitoramento e otimização serão estendidos a fluxos e processos, permitindo aumento na precisão da contabilidade e melhoria geral nos custos operacionais.

Fonte: Computer World

Mantenha-se Informado

Nós podemos te enviar artigos fantásticos! Veja as vantagens:

  • Não é preciso ser aluno para receber nossos artigos;
  • Não encheremos sua caixa de entrada com SPAM;
  • Não receberá aquilo que não é do seu interesse;
  • Não existe qualquer taxa, é gratuito!

Você poderá cancelar sua assinatura a qualquer momento!

5 motivos para apostar no conceito de indústria 4.0

Não é apenas dar aula! Conheça as diferentes vertentes e possibilidades da carreira de um historiador.

O que faz um profissional formado em História?

Você sabe o que faz um profissional formado em História?

Você tem interesse em cursar História? Gosta dos conteúdos da disciplina e se dá bem nas questões do tema propostas nas provas? Boa parte de quem pensa na graduação em História logo imagina uma carreira no ensino, lecionando o tema em sala de aula. No entanto, a formação e as possibilidades profissionais vão muito além da atuação como professor.

Você sabe o que faz um profissional formado em História? Conheça mais detalhes sobre a profissão aqui na Universia.

A formação

Estudar História no ensino superior significa cursar a licenciatura ou o bacharelado –parte das IES disponibiliza o curso com as duas estruturas, simultaneamente. Cada uma das modalidades tem duração média de 8 semestres ou 4 anos.

Dedicado à investigar, estudar e discutir aspectos do passado humano, bem como seus desdobramentos e contextualizações levando em conta a contemporaneidade, o profissional historiador terá diferentes habilitações e perfis de atuação com base na modalidade que cursar.

A licenciatura prepara o graduado para trabalhar como professor, seja no ensino fundamental, médio ou superior (com as devidas e necessárias complementações no currículo).

O bacharel, por sua vez, poderá seguir como pesquisador em uma série de áreas, agindo junto à classificação, datação, arqueologia, entrevistas, resgate de memória e variadas outras linhas.

Material original e consultoria

Um historiador tem conhecimento e bagagem para produzir conteúdo didático, destinado a instituições de ensino, plataformas educacionais, editoras e outros. A consultoria é outra atuação interessante: produções culturais como filmes ou romances de época (bem como biografiaa) podem demandar a ajuda profissional de um graduado em História para acertar detalhes e maior exatidão na representação de períodos.

Pesquisa e carreira acadêmica

Os diversos ramos para pesquisa em História abrem várias possibilidades profissionais. Complementações em arquivologia, arqueologia, antropologia, História da arte e muitas outras levam o historiador a várias trajetórias de carreira. O lado acadêmico, como a docência e a pesquisa em universidades, também representa forte segmento na área.

Supervisão de acervo

O historiador também é habilitado para gerenciar acervos, coleções e documentação em instituições como museus, centros de memória e organizações dedicadas ao arquivo.

Outra possibilidade está no levantamento e tratamento da memória empresarial: revisão e disponibilização de relatos e detalhes que envolvem a fundação de uma companhia (a convite da mesma).

Fonte: Universia

Mantenha-se Informado

Nós podemos te enviar artigos fantásticos! Veja as vantagens:

  • Não é preciso ser aluno para receber nossos artigos;
  • Não encheremos sua caixa de entrada com SPAM;
  • Não receberá aquilo que não é do seu interesse;
  • Não existe qualquer taxa, é gratuito!

Você poderá cancelar sua assinatura a qualquer momento!

Artigos recentes